chicago-pneumatic-ferramentas-industriais-torque-de-parafusos

A troca de pneus em qualquer tipo de veículo é um trabalho regular em oficinas e pode parecer bastante simples. Por isso, muitas vezes os operadores tendem a ignorar as especificações de torque de parafusos recomendadas pelos fabricantes.

Como supervisor ou gerente de manutenção, você precisa garantir que os apertos realizados em veículos leves e pesados ​​ou máquinas que passam por sua oficina sigam rigorosamente essas especificações. Valores de torque incorretos podem provocar acidentes sérios.

Os 3 erros mais comuns

Fique atento se ouvir, nas estações de trabalho, alguma das três falas a seguir:

“Quanto mais você apertar, melhor.”

Falso! Na maioria dos casos, mais torque significa mais tensão aplicada, resultando em um aperto excessivo que aumenta o risco de quebra de parafuso.

“Quanto mais carga um caminhão estiver carregando, mais você precisa apertar as rodas.”

Isso é um mito: as especificações de torque recomendadas pelos fabricantes devem ser seguidas em todos os momentos. Acreditar nesta afirmação também pode levar a um aperto excessivo.

“Para obter o torque correto, você só precisa contar 1, 2, 3 enquanto aperta.”

Bem, isso também é falso! O torque adequado requer o uso das ferramentas, procedimentos e padrões indicados para cada caso.

Quais são as consequências desses erros?

Os parafusos que recebem torque excessivo podem ficar danificados ou quebrados, especialmente ao bater em obstáculos na estrada. Essa condição pode levar à quebra da roda, representando um sério risco para a segurança do veículo e de seus motoristas.


chicago-pneumatic-ferramentas-industriais-torque-de-parafusos-1

Como garantir que minha equipe realize o torque de parafusos corretamente?

1. Questione-se sobre a estrutura de trabalho oferecida.

Faça a si mesmo algumas perguntas:

  • Os manuais dos veículos estão disponíveis para sua equipe consultar?
  • Com que frequência você revisa seus processos internos de aperto? O controle de qualidade tem sido realizado de forma sistemática?
  • As ferramentas usadas garantem o torque correto? — lembrando que modelos de chave de impacto com torque limitado ajudam a evitar falhas humanas.

2. Esteja ciente das especificações do fabricante e consulte-as sempre.

Os fabricantes sempre fornecem recomendações para cada trabalho de aperto. Elas podem ser encontradas no livro de especificações ou no manual de manutenção. Antes de começar o torque de parafusos, a consulta deve ser obrigatória.

3. Atualize-se sobre novas tecnologias e processos.

Com as constantes inovações em materiais e ferramentas, é importante manter seu conhecimento atualizado e seguir as especificações mais recentes.

Por exemplo: hoje em dia a maioria dos aros de roda é feita de alumínio em vez de aço, mas isto não significa que os aros de alumínio sejam mais difíceis de apertar e que seja necessário mais torque. O treinamento contínuo é altamente recomendado.

4. Estabeleça a preparação de superfície como procedimento-padrão

Uma quantidade substancial de torque é “perdida” ou desperdiçada por atrito durante o aperto. Aconselhamos, então, preparar a superfície adequadamente, limpando todos os elementos para eliminar qualquer ferrugem, poeira e sujeira. Ao terminar a limpeza, é fundamental inspecionar todos os componentes: roda, parafusos e porcas.

Lembre-se também que a força de união pode ser afetada por outros fatores, como: qualidade das peças, manutenção ou calibração das ferramentas. Determine uma rotina de controle de qualidade para fazer essas checagens.

Quais são as consequências desses erros?

Se você identificar qualquer sinal de deformação em um parafuso, existe uma alta probabilidade de que o aperto esteja acima das especificações do fabricante. Substitua, portanto, o parafuso prisioneiro assim que possível e revise seus processos de aperto.

Que ferramentas ajudam a aplicar o torque correto?

É importante usar a combinação certa de ferramentas para evitar essas falhas. Recomendamos 3 soluções para evitar o aperto excessivo:


Quer saber mais sobre como essas soluções podem beneficiar sua operação? Fale com nossos especialistas e tire suas dúvidas!  

chicago_pneumatic_ferramentas-industriais_expert_tiago_pultrini

Este artigo foi relevante para você?

Clique na estrela para avaliar

Média / 5. Total de votos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *